TEMPO É VIDA, VIDA É TEMPO.

Posted by:

“A vida já é curta e nós a encurtamos ainda mais desperdiçando o tempo.”
( Victor Hugo )

Frequentemente, eu me deparo com pessoas de todas as idades, com uma dificuldade imensa de gerenciar o tempo e definir as suas prioridades.

Estas pessoas acabam vivendo uma vida sem foco e sem direção, tendo como resultado, uma existência de ansiedade, medo, insegurança, irritabilidade, esquecimento, fadiga e cansaço, que, muitas vezes, se transformam em falta de resistência, que se manifestam, sob a forma de dor de cabeça, dor no corpo e ao final causa o adoecer. Sabemos, que o  ser humano é um sistema Corpo, Mente e Alma e o melhor equilíbrio deste sistema faz as pessoas mais plenas, felizes e saudáveis.

O mundo agitado, veloz  e recheado de informações, contribui para isto, desta forma, é muito importante prestar atenção no tempo, planejar e organizar o que realmente causa impacto, para liberar espaço para viver a vida de acordo com as prioridades, objetivos e metas almejadas.

Porém, não é uma tarefa fácil ter o tempo como aliado. Existem muitas ferramentas que usamos no Planejamento Estratégico, no Coaching, porém, o segredo é ir além, fazendo a utilização dos recursos internos para que o tempo seja sempre o nosso amigo e nunca o nosso inimigo.

Tempo é nosso recurso mais caro, então, o mais inteligente é usá-lo a nosso favor;  tempo é vida, cada minuto, que passa é um minuto a menos de vida.  E não tem como negociar com o tempo, por isto, vivê-lo da melhor forma possível é imprescindível.

Quando usamos os nossos recursos internos e entendemos o nosso senso de identidade, a nossa missão, os nossos papéis, onde estamos e onde queremos chegar, passamos a usar melhor o nosso tempo.

Porém, existem grandes vilões que contribuem para perda do tempo e que devemos refletir se eles estão presentes nas nossas rotinas diárias e ceifando, traiçoeiramente, o nosso recurso escasso e único, chamado tempo. Eis alguns deles:

  • A Internet e as Redes sociais que tanto amamos: vivemos num mundo dos contatos digitais e das relações artificiais e gastamos um bom tempo das nossas vidas neste ambiente e nos privamos do contato social, da vivência e das trocas de experiências, temos tempo para responder mil mensagens, publicar várias fotos para pessoas, que talvez  nunca vamos conhecer; mas, não  há tempo para ir na reunião familiar, sair com amigos e jogar conversar fora.  Afinal, quanto tempo você gasta com as redes sociais para atividades que não são prioritárias e não irão impactar para realização dos seus objetivos e metas? A Tecnologia foi criada para ser uma aliada, mas, muitas vezes, se torna a vilã das nossas vidas. Se proponha  a utilizá-la como aliada e encontrará um tempo precioso para realizar suas prioridades e viver com qualidade, perto de outros corações.
  • Fazer muitas as coisas ao mesmo tempo: as pessoas caem na cilada que fazer várias coisas ao mesmo tempo é ótimo, mas, no final, ao fazer o balanço, não conseguem fazer quase nada até o fim. Você é um faz tudo ao mesmo tempo? Está sempre insatisfeito, agitado, querendo mais? Pense, com cuidado, em todas as coisas que você faz: o que é importante e urgente (faça), o que é importante e não urgente (planeje), o que não é importante, mas é urgente (delegue,  com responsabilidade) e o que não é importante e não urgente, desapega e jogue no lixo, sem remorso.
  •  Fazer muitos cursos: Têm pessoas que fazem muitos cursos e nunca se sentem preparadas para entrar em ação, sempre precisam fazer mais um.  Acabam  escravas de um círculo vicioso, preciso fazer mais este e mais aquele, não se concentram no que é realmente prioritário para realizar seus sonhos e objetivos.  E, muitas vezes,  estes cursos, nunca serão aplicados na vida pessoal ou profissional.  Conhecimento é qualidade e utilização, também é fazer o que gosta e tem afinidade, é isto, que deveria ditar o caminho:  o prazer na aquisição de novos conhecimentos e a sua utilização prática, mas, vejo, que muitas pessoas acabam trocando neste campo, qualidade por quantidade, por  um número cada vez maior de diplomas que ficarão apenas numa moldura empoeirada na estante e continuarão alimentado um ciclo de satisfação e insatisfação. Quantos cursos você fez no último ano?  Quais os que você realmente está utilizando? Estes cursos estão relacionados com o que você gosta de fazer, tem afinidade pessoal e profissional? Foram feitos no momento certo, o investimento em tempo, pessoal e financeiro, compensaram?  Mesmo princípio: cursos que são urgentes e importantes para conquista de seus sonhos, objetivos e metas, faça;  cursos que são importantes, mas, não urgentes, planeje o melhor tempo para fazê-lo e engajá-los na sua vida;   cursos e especializações  que não tem afinidades e não gosta, mas, precisa do conhecimento para realizar seus sonhos, contrate alguém especializado, que entenda o que necessita na essência para fazer o trabalho para você  e cursos que nada se relacionam com a sua vida pessoal e profissional e não são importantes, não desperdice  o seu tempo  e dinheiro, realizando.,Cuidado com os apelos,  em cascata, que nutrem o consumismo e não a essência.
  • Excesso de informações: Hoje o conhecimento é democrático, a quantidade de informações é absurda, desta forma, vivemos um cenário de excesso de informações, se não filtrarmos o que absorvemos, informações que não são úteis para conquistar nossos sonhos e objetivos ocuparam o nosso cérebro e tempo. Você faz um filtro nas informações que absorve? As informações que ocupam sua mente são utilizadas para sua vida pessoal e profissional?

Apesar de um mundo incerto, complexo, com mutas mudanças e inovações,  todos nós temos Sonhos, Metas e Objetivos para a nossa vida pessoal e profissional com propósito, independente do papel desempehado seja como pessoa, líder, colaborador, empreendedor ou profissional liberal, para que tudo se realize temos de estabelecer o compromisso com nós mesmos de usarmos os nossos recursos, principalmente, o tempo, com foco, ação e realização.

“O homem que tem coragem de desperdiçar uma hora do seu tempo não descobriu o valor da vida.”
( Charles Darwin )

Erika A Rossi

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
0

About the Author:

Administradora de Empresas, especialista em Liderança e Gestão de Pessoas associada a área de Negócios, Master Business and Executive Coach, Professional and Self Coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching, certificadas pelos órgãos internacionais: Global Coaching Community, European Coaching Association, Metaforum International,Behavioral Coaching Institute, International Coaching Council)e International Association of Coaching. Practitioner em Programação Neurolinguísitica pelo Elsever Institute , certificada pelos órgãos internacionais:The Society of Neuro-Linguistic Programming, The Society of Neuro-Linguistic Programming - Richard Blandler. Liderança e Gestão em Recursos Humanos ligado as áreas de negócios, atuando há mais de 20 anos na área de Desenvolvimento Organizacional, e Humano, tendo desenvolvido e liderado projetos e em grandes empresas, entre eles Martins Comércio e Serviços de Distribuição S.A, Grupo Air Liquide, BSE . Forte experiência em todos os subsistemas de Recursos Humanos e sua aplicação para transformação e potencialização de resulttados, através das pessoas. Coach para construção de negócios e reestruturação de Organizações Coach de Executivos, Liderança e Carreira.Consultora para projetos Organizacionais e Pessoas. Diretora de Expansão e Regionais da ABRAPCOACHING - Associação Brasileira dos Profissionais de Coaching. Autora da Coluna de RH do jormal Correio de Uberlânda de 1998-2001, artigos na Revista ProCoaching, entre outros.
  Posts Relacionados
  • No related posts found.

Adicionar comentário